21 novembro 2013

No Azul do Vinho

Olá Meninas!!!

Continuando...

                                 No Azul do Vinho

                                    Capítulo 29

Voltaram e já era quase hora do jantar, o tempo passou muito rápido.
Julie os recebeu na varanda, dizendo: - Que bom que você vai jantar conosco Phina, já que veio de São Paulo, e sorriu.
- Não, não posso tenho que voltar ao hotel, pois amanhã de manhã volto pra São Paulo, estamos com muitos problemas no escritório, só queria conhecer os parreirais e o local onde Bruno desenvolveu aquele vinho tão bom, disse Phina bem segura.
- Bem, é melhor ela ir, pois como disse tem que trabalhar, falou Bruno irônico.
- No que você trabalha, perguntou o sr. Joaquim.
- Sou arquiteta, temos um escritório em São Paulo, e temos algumas Construtoras parceiras.
- Você só faz obras em São Paulo?, e continuou Julie, ela poderia fazer o projeto da nossa casa, não é amor?
Pensou Phina, é só o que me falta, fazer o projeto para mais um homem que passou pela minha vida: - Não, fazemos só em São Paulo, respondeu rapidamente.
Sr. Joaquim os chamou para entrarem. E lá foram eles, Phina tinha que aguentar aquela situação por mais um tempo.
E finalmente ao entrar conheceu a mãe de Bruno, a sra Maria Clara, que a recebeu de braços abertos, com um sorriso maravilhosos, pronta para lhe dar um abraço caloroso, muito amável, uma senhora muito bonita, cabelos prateados em meio aos fios castanhos claros, muito bem arrumados em um cok, bem trajada com um vestido de corte perfeito para sua idade: - Esta é a moça brasileira da premiação, que linda, você a descreveu perfeitamente Bruno, estamos muito feliz em recebê-la em nossa casa, vocês poderiam ir até o hotel e pegar as bagagens dela, para que ela fique aqui, não acham?
Sr. Joaquim concordou, Julie e Bruno não se manifestaram.
- Fico lisonjeada, o prazer é todo meu de conhecê-los, obrigada por tudo, mas vou embora amanhã bem cedo, não convém eu vir para cá, falou Phina encantada com a mãe de Bruno.
- Mas da próxima vez, nós queremos que fique aqui, você no deve isso, disse sr. Joaquim bem feliz.

                                        Capítulo 30

Durante o jantar, foram muitas gargalhadas, dna Maria Clara a fez falar, como ela e Bruno tinham se conhecido na Itália, ela ficou sem jeito, pois não sabia o que Bruno lhes contou, falou bem resumido, mas dna Maria Clara e sr. Joaquim, foram acrescentando os fatos e até falaram da colheita das azeitonas, a acharam muito corajosa e admirável.
Julie os interrompe: - Bruno quer comunicar a vocês nossa decisão, não é amor, querendo ser o centro das atenções.
Ele sobressaltou e disse; - Julie não é a hora pra isso, falou rudemente, depois conversamos.
Mas ela não se contentou; - Então falo eu, disse parecendo uma menina mimada, vamos marcar a data do nosso casamento, não é Bruno?
Ele ficou sem graça, seus pais olharam em desaprovação, e Phina queria poder não estar ali naquele momento, Bruno engoliu e disse: - Ainda não conversamos direito sobre isso, temos que amadurecer esta idéia.
Julie levantou-se brutalmente da mesa, e saiu correndo e chorando, e todos ficaram perplexos, mas Bruno nem se mexeu, e só ouviram ela saindo com o carro.
- Nos desculpe Phina, o que você vai pensar de nós, esta menina é muito mimada, disse dna Maria Clara, com um olhar fechado para Bruno.
- Não se preocupem, ela ficou nervosa, falou Phina tentando acalmar a todos, vou ligar pro sr. Carlos vir me pegar, já combinei com ele, com licença, e se afastou da mesa.
- Bruno vai te levar, não é Bruno, é minimo que podemos fazer por você, disse dna Maria Clara com a concordância do sr. Joaquim.
- Não quero incomodar, por favor, eu já combinei com o sr. Carlos, disse Phina.
- Eu vou te levar, disse Bruno firmemente. E todos concordaram.

Continua...

Abraços e até mais.... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu recadinho é muito importante.
E muito obrigada pela sua visita!!!
Silmara