25 novembro 2013

No Azul do Vinho

Olá Meninas!!!

Vou colocar esta descrição antes das postagens, pois algumas amigas estão me perguntando, de que livro estou tirando as postagens rs, e sou mesma que escrevo, se tivesse tirando ou me inspirando em algum livro, colocaria aqui com certeza, como sempre faço em minhas postagens. 
Como vocês sabem amo escrever, e há algum tempo estou com muita vontade de escrever um romance, e eis que comecei, e gostaria de saber a opinião de vocês nos comentários, ok?
Vou postar dois capítulos por dia.
Não sou escritora, nem sei se este escrito pode ser chamado de livro, de um romance, mas para mim é uma obra rsrs, e me faz muito bem expressar estas estórias e quero compartilhar com vocês.

Continuando...

                                   No Azul do Vinho

                                     Capítulo 33

No caminho de volta Bruno começou a falar: - O que há com você, num momento sinto você apaixonada por mim e no no outro você parece me odiar, o que está errado?
- E a Julie? você esqueceu que a apresentou como sua noiva?, disse Phina com raiva.
- Bem, começou ele, nós já namorávamos antes de eu ir para Itália, mas eu já não queria continuar, Julie é uma excelente pessoa, mas é muito mimada, e quando soube que eu viajaria para Itália, mas não a tinha incluído na viagem, terminou, e pra mim foi um alívio, não estava aguentando mais continuar com aquele relacionamento, pois sabia que não a amava e nem ela me amava.
Parou a pickup novamente, pegou nas mãos de Phina e continuou: - Jamais teria ficado com você, estando com outra pessoa, não suporto traição e foi isso que me fez deixar de gostar de Julie, alguns meses antes de eu ir viajar, o gerente da Fazenda, veio me buscar, por que estava com problema nos maquinários da Vinícola, e quando entramos demos de cara com Julie se agarrando com um turista, estavam em minha propriedade, saí de lá, e não queria mais saber dela, como nossos familiares são amigos, e ela fez todos acreditarem que tinha uma boa desculpa, mas pra mim acabou naquele momento, enfim voltamos, mas nem conseguia mais olhar direito pra ela, e quando marquei a viajem nem avisei, e quando ela ficou sabendo, terminou.
Eu nunca teria ficado com você, se tivesse um relacionamento sério com alguém. E quando voltei, estava tão desolado, e contei aos meus pais o motivo, contei a eles sobre nós, e Julie apareceu toda arrependida e nos reatamos, mas quando a apresentei como noiva, queria te deixar com raiva.
Phina respirou fundo e disse: - Bem, ela parece ter acreditado em você, como vai resolver agora?

                                      Capítulo 34

Vou terminar com ela, e assim poderemos viver a nossa história, e se beijaram novamente.
Conversaram, riram e até fizeram alguns planos. De repente um barulho forte e a pickup deu um salto para frente, era Julie com a pickup de seu pai, batendo na traseira da pickup de Bruno.
Ele desceu da pickup, gritando: - O que está fazendo, está ficando louca?
E Julie continuava a bater e gritava transtornada: - Foi essa mulher que tirou você de mim?
Phina conseguiu sair da pickup correndo e ficou longe alguns metros, não tinha idéia do que aquela mulher era capaz de fazer.
- Pare já com isso, Bruno gritava tentando abrir a porta da pickup e tirara as chaves do contato. E Julie gritava e parecia estar bêbada, e continuava batendo na pickup de Bruno. Ele conseguiu tirar as chaves e abriu a porta, tirando-a para fora. Bruno ligou para os pais de Julie e contou o ocorrido, ligou para seus pais também e pediu que trouxessem outro carro, para ele levar Phina ao hotel.
Phina estava assustada, se manteve no lugar, não queria arrumar mais problemas com Julie, mas Julie estava indo em sua direção, mas foi impedida por Bruno, e ela se agarrou a ele, e quase balbuciando de tão bêbada falou:
- Eu te amo, o que essa mulher fez com você, porque me trocou por ela?
E chegaram os pais dela e os de Bruno, e ficaram perplexos com o incidente, o pai de Julie disse que pagaria todos os prejuízos.
Dna. Maria Clara, correu para ver se Phina estava bem, abraçou-a para acalma-la e pediu que Bruno a tirasse dali e a levasse de volta a casa deles e lhe fizesse um chá para acalmá-la.

Continua...

Abraços e até mais...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu recadinho é muito importante.
E muito obrigada pela sua visita!!!
Silmara